29 de abril de 2012


‎"Quando tá tudo indo bem, eu sempre tenho a sensação de que alguma coisa, no fundo, tá muito errada. Sei lá, é como se um relacionamento saudável fosse impossível no meio dessa merda toda, e quando eu não posso ver os erros, eu fico com essa certeza de que estou sendo enganada. E fico procurando, investigando, revirando o mundo pra encontrar os vacilos, mentiras, motivos pra terminar. Percebe a loucura? É como se ninguém pudesse me amar e ponto, de tanto colarem o adesivo de ‘trouxa’ na minha testa, qualquer carinho me parece suspeito. Percebe a tortura? Fico oscilando entre confiar e desconfiar, querendo viver uma história leve e sempre me afundando nas minhas neuroses e cicatrizes. E homem nenhum aguenta isso, homem nenhum percorre meu labirinto até o fim. Mas como eu poderia me entregar, sem antes saber se posso ir inteira? Como posso confiar de novo, sem saber se vai ser realmente diferente? Quero alguém que rompa meus lacres, não que me lacre mais! E sigo estragando tudo, só pra não ficar pior depois. Quando eles finalmente se cansam e caem fora porque eu sou louca de pedra, eu fico satisfeita. Volto pra fossa por um tempo, sem mistérios, já conheço bem o lugar e a porta de saída. E penso “Viu, sabia que eu tava certa”. Talvez eu até esteja errada, mas que se dane. Se uma pessoa não tem paciência nem pra conquistar minha confiança e afastar meus medos, o que eu posso esperar então? Sou quebra-cabeça de 500 mil peças (…)."

21 de novembro de 2011

Talvez você não chore, mas dói. Talvez você não diga, mas você sente. Talvez você não mostre, mas se importa.
Sou muito mais que essas letras, frases e fotos que falam sobre mim. Sou as minhas atitudes, os meus sentimentos, as minhas idéias. (Clarice Lispector)
Sou cheia de manias,  mexer no cabelo de cinco em cinco minutos, falar alto, encarar quem me olha demais. Ficar imaginando coisas antes de dormir, rir por bobeira, chorar de nervoso, mudar de humor ...

10 de novembro de 2011

Ser feliz, ou fazer alguém feliz. Ser feliz por fazer alguém feliz.
Seja menos burra com você mesmo, não derrame mais nenhuma lágrima e não perca mais nenhum segundo. Caio Fernando Abreu

4 de novembro de 2011

Se eu tivesse um mundo só meu, tudo seria um absurdo.
Se alguma vez, chegar um dia em que não poderemos estar juntos, me mantenha em seu coração. Eu vou ficar lá para sempre.
Se acalma, pensa e aprende: Tudo o que te machuca hoje, te faz mais forte amanhã ;

31 de outubro de 2011